PRS 2015

Presidente Edson Brum lança o Prêmio Responsabilidade Social – 2015

Na manhã da última quinta-feira (21), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edson Brum (PMDB), realizou o lançamento da 16ª edição do Prêmio Responsabilidade Social (PRS), na Sala da Presidência do Palácio Farroupilha, com a participação de integrantes da Comissão Mista responsável pela organização. Edson Brum disse que os exemplos destacados pelo Prêmio devem ser seguidos, pois evidenciam o Estado que dá certo, especialmente fazendo menção às finanças públicas que passam por um momento muito difícil.

“Vivemos uma crise que ameaça o crescimento estrutural do Rio Grande. É justamente neste momento que se faz necessária a busca por novas soluções, de novos caminhos. Logo veremos aqui exemplos que mudaram a vida de muitos gaúchos, por meio dos quais podemos mudar também a realidade do Estado”, afirmou o presidente do Parlamento gaúcho. Para tanto, ressaltou que é indispensável a solidariedade, a criatividade e a fé no trabalho como alavanca de superação.

O Prêmio foi instituído pela Lei Estadual nº 11.440 e a Assembleia Legislativa realiza a premiação, buscando fomentar uma cultura de práticas de responsabilidade social, em benefício do bem-estar social e da preservação ambiental. Nesses 15 anos, a média anual de inscrições ultrapassou 200 organizações, entre empresas, municípios, cooperativas, órgãos públicos, instituições de ensino e entidades filantrópicas.

A presidente da Comissão Mista do Prêmio, Simone Imperatore, lembrou que o Prêmio é pioneiro no Brasil, fruto de uma orquestração da sociedade civil e do Poder Público. Segundo ela, os temas centrais que pautam o Prêmio envolvem governança organizacional, direitos humanos, práticas de trabalho, meio ambiente, práticas leais de operação, questões relativas ao consumidor, envolvimento comunitário e desenvolvimento da sociedade.

Simone destacou que o conceito de responsabilidade social remete ao compromisso das organizações, nas diferentes categorias, em relação à sociedade e ao meio ambiente, alinhado com diretrizes e ações que levem em conta os impactos das decisões, a transparência, o comportamento ético, o respeito pelo interesse das partes interessadas em todos os públicos, atendimento aos requisitos legais e práticas leais de operação, além da conformidade com as normas internacionais das quais o Brasil é signatário e foco na promoção do desenvolvimento sustentável.

Estiveram presentes pela FASP-RS o presidente, José Alfredo Amarante e o diretor Roberto Lacerda.

Inscrições As inscrições deverão iniciar em 1º de junho e seguirão até o dia 31 de julho. As categorias são: Empresas Privadas, dividida em Micro e Pequena, Média e Grande; Sociedades Cooperativas; Governo – entidades governamentais e municípios; Instituições de Ensino – Fundamental, Médio, Técnico e Profissionalizante e de Ensino Superior; Entidades Sem Fins Lucrativos – com receita anual total até R$ 500 mil e entidades com receita anual total acima desse valor. Também é concedido o Prêmio na categoria Destaque para os relatórios com temas norteadores definidos ano a ano.

Poderão participar, por meio de inscrição em formulário eletrônico no portal da Assembleia, organizações da esfera pública, privada e organizações não-governamentais, em 11 categorias, incluindo o Tema Norteador, que neste ano será Inovação em Práticas de Responsabilidade Social.

A Comissão Mista do PRS, também responsável pela avaliação dos Balanços e dos Relatórios de Responsabilidade Social que concorrem ao Tema Norteador, é formada por representantes da ARI, Federasul, Parceiros Voluntários, Sesi, Famurs, PGQP, Fecomércio, Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Conselho Regional de Contabilidade (CRCRS), Fiergs, Sesc, Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas, Federação das Associações de Servidores Públicos do RS (FASP) e Sistema Ocergs-Sescoop/RS.

Claudia Paulitsch – MTE 9095 – Edição: Vicente Romano – Foto: Vinicius Reis

PRS 2015